SNET SSBG v8-01.png

Excursões

separador.png
Confira as excursões que serão ofertadas pós-simpósios.
* No caso da excursão não atingir o número mínimo de participantes estabelecido, a Comissão Organizadora reserva o direito de cancelar a realização da mesma e providenciará o ressarcimento das inscrições realizadas para a atividade em questão.
 Informações Preliminares

 

            A Comissão Organizadora do XVII-SNET e XI-SSBG programou um conjunto de excursões, envolvendo algumas das principais entidades e empresas atuantes no sul do Brasil, que visam fomentar discussões de campo sobre alguns dos mais importantes aspectos da geologia da região. Os temas escolhidos estão focados no desenvolvimento da mineração, na geologia da LIP Serra Geral e do meio ambiente, nas orogenias Tonianas Passinho (890-850 Ma) e São Gabriel (770-680 Ma) e nos terroirs da região sul, além das mineralizações de ágata e ametista.

            As excursões serão desenvolvidas pós-Simpósios e as descrições apresentadas abaixo constituem uma abordagem preliminar das atividades previstas para serem desenvolvidas em campo. Se você tem a intenção de participar de alguma destas atividades solicitamos a sua especial atenção para que manifeste sua vontade entrando em contato com os envolvidos com as excursões e apontando a sua intenção em compor parte de um destes grupos. Estas manifestações não implicam em qualquer obrigação por parte dos interessados ou do Comitê de Excursões, mas objetiva: a) balizar o interesse na temática abordada; b) propor sugestões de conteúdos complementares; e c) construir uma ordenação no caso de excursões cujas vagas sejam limitadas como resultado do interesse manifestado. 

            Para todas as excursões:

1) os custos incluirão o transporte referente ao deslocamento. A estadia deve ser verificada em cada excursão;

2) os jantares (salvo quando citados), extras de hospedagem (como telefone, frigobar e lavanderia) e deslocamentos não previstos (terrestres e aéreos) serão de responsabilidade dos participantes; 

3) a opção por contratação de seguros viagem serão de opção e responsabilidade dos participantes.

separador.png

 

Excursão 1. Região vitivinícola Serra Gaúcha

 

Líder: Rosemary Hoff, rose.hoff@embrapa.br (EMBRAPA Uva e Vinho)

Início: 30/05/2019 em Bento Gonçalves 

saída prevista as 08h00min do Hotel Dall’Onder

Fim: 30/05/2019 em Bento Gonçalves  

chegada prevista as 17h30min no Hotel Dall’Onder

Duração: 1 dia

Temática: Exposição sobre a integração de dados regionais em SIG, para a caracterização e/ou identificação de terroirs vitivinícolas (tradicionais e emergentes) visando às decisões de gestão e a identificação de origem para distintos vinhos. Visita a áreas de produção. Terroir vitivinícola refere o conjunto de características naturais de um sítio (como solos, rochas, relevo e clima) que determinam tipicidade aos vinhos produzidos nestes locais. Esta diversidade pode acarretar diferentes respostas das videiras e, por conseguinte, numa diferenciação nas características químicas das uvas e vinhos que resulta em características sensoriais específicas e originais, distintas de outras regiões.

Vagas: 20 (máximo), 10 (mínimo)

Investimento: R$ 100,00

 

Confira o roteiro AQUI!

separador.png

Excursão 2. O Grupo Serra Geral na calha de Torres-estruturação e faciologia vulcânica

 

Líderes: Prof. Breno L. Waichel UFSC, breno@cfh.ufsc.br; Prof. Evandro Fernandes de Lima UFRGS, evandro.lima@ufrgs.br e Geol. Marcos Rossetti

Inicio: 30/05/2019 em Bento Gonçalves 

saída prevista as 08h00min do Hotel Dall’Onder

Fim: 01/06/2019 em Porto Alegre 

chegada prevista as 12h00min no Aeroporto Salgado Filho

Duração: 3 dias

Vagas: 20 (máximo), 10 (mínimo)

Investimento: R$  580,00 

 

Confira o roteiro AQUI!

separador.png

Excursão 3. O Terreno São Gabriel no Cinturão Dom Feliciano: as orogenias Tonianas Passinho (890-850 Ma) e São Gabriel (770-680 Ma)

 

Líderes: Ruy Philipp (IG-UFRGS), ruy.philipp@ufrgs.br e Marcelo Lusa (UNIPAMPA)

Início: 30/05/2019 em Bento Gonçalves 

saída prevista as 07h30min do Hotel Dall’Onder

Fim: 01/06/2019 em Porto Alegre – chegada prevista as 19h00min

Duração: 3 dias

Temática: O objetivo principal da excursão é apresentar aos participantes uma caracterização da geologia, estratigrafia, evolução paleogeográfica-tectônica e dos recursos minerais do Terreno São Gabriel (TSG). As atividades de campo visam apresentar as principais unidades lito-estratigráficas do TSG, incluindo os complexos ofiolíticos do Cerro da Mantiqueiras, Ibaré e Palma (930-890 Ma), os ortognaisses tonianos dos complexos Imbicuí (890-860 Ma) e Cambaí (740-710 Ma), as sequencias metassedimentares dos complexos Arroio Marmeleiro e Cambaizinho, a sequência metavulcano-sedimentar do Complexo Bossoroca (770-750 Ma) e as unidades pós-colisionais, incluindo os metassedimentos do Complexo Pontas do Salso (900-680 Ma) e os granitoides intrusivos da Suíte Lagoa da Meia Lua (700-670 Ma).

Vagas: 20 (máximo), 10 (mínimo)

Investimento: R$  580,00 

 

Confira o roteiro AQUI!

separador.png

Excursão 4. Caçapava do Sul, RS: capital gaúcha da geodiversidade

 

Líderes: André Weissheimer de Borba (UFSM), awborba.geo@gmail.com e Felipe Guadagnin (Unipampa), felipeguadagnin@unipampa.edu.br

Início: 29/05/2019 em Bento Gonçalves

saída prevista para 18h00min do Hotel Dall'Onder

Fim: 31/05/2019  em Porto Alegre - chegada prevista para 23h00min

Duração: 3 dias

Temática: Uma excursão com foco na geodiversidade e no patrimônio geológico de Caçapava do Sul, município reconhecido oficialmente, pela Lei Ordinária Estadual 14.708/2015, como a “capital gaúcha da geodiversidade”. Os congressistas que optarem por esta excursão terão a oportunidade de visitar afloramentos clássicos da geologia do extremo sul do Brasil, mas com um olhar diferenciado, que integra geologia, paisagem, cultura, história e sociedade. Venha conhecer a geodiversidade caçapavana: os granitos, que compõem o alto topográfico onde se situa a cidade, serão vistos em campos de matacões e nas paredes do Forte Dom Pedro II; os mármores, registros de um mar tropical do Proterozoico fornecem o calcário, maior riqueza mineral do município, produto essencial para a agricultura gaúcha; arenitos e conglomerados neoproterozoicos, depositados por rios entrelaçados e dunas eólicas de um passado distante, estão expostos nas feições geomorfológicas notáveis da Serra do Segredo e da região das Guaritas e Minas do Camaquã. Além de tudo isso, esta excursão possui atrativos especialmente pensados para o geoturismo e a divulgação científica: um “jardim da geodiversidade” e uma reconstituição de uma preguiça-gigante do gênero Megatherium, no acesso à cidade. O visitante não apreciará apenas geologia: Caçapava do Sul tem também uma biodiversidade sem igual, artesanato variado, mel e azeite de oliva, o delicioso vinho de laranja e bergamota, o típico churrasco gaúcho e os desafiadores esportes de aventura na natureza.

Vagas: mínimo 20

Investimento: R$ 465,00

Informações adicionais: inclui um almoço campeiro na Associação de Moradores das Guaritas e visita ao empreendimento Minas Outdoor Sports, com oportunidade de realizar esportes de aventura (trilhas pedestres, tirolesa, rapel, canoagem e stand-up paddle)

 

Confira o roteiro AQUI!

Excursão 5. Aparados da Serra (RS, SC) e Coluna White

(Serra do Rio do Rasto, SC)

 

Líderes: Ariane Santos da Silveira (UNISINOS) ariane@unisinos.br; Edison José Milani (PETROBRAS) e Roberto Iannuzzi (UFRGS) 

Início: 30/05/2019 em Bento Gonçalves 

saída prevista as 08h00min do Hotel Dall'Onder

Fim: 01/06/2019 em Porto Alegre - chegada prevista as 19h00min

Duração: 3 dias

Temática: Áreas geoturísticas da Coluna White e dos cânions dos Aparados da Serra. A Coluna White é a denominação dada à exposição da coluna estratigráfica da Bacia do Paraná na serra do Rio do Rasto, no trecho da Rodovia SC-438 localizado entre os municípios de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, SC. A rota, que homenageia o geólogo norte-americano Israel Charles White, que estudou a geologia da área entre os anos de 1904 e 1906, é demarcada por 17 marcos de concreto que localizam as feições mais características da geologia local. Os cânions dos Aparados da Serra (Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul, proposto pela CPRM; e Consórcio Intermunicipal, estabelecido por diversas prefeituras do RS e SC) constituem feições morfológicas notáveis com paredões verticalizados de rochas vulcânicas que podem chegar a até 900 m de altura. Localizados na zona litorânea da região sul do Brasil, onde demarcam parte da divisa entre os estados do RS e SC, expõem um dos maiores eventos magmáticos do planeta (135-119 Ma), relacionado à ruptura do Gonduana. Cabe destaque a biodiversidade da região, representada por importantes remanescentes do Bioma Mata Atlântica. Nos Campos de Cima da Serra ocorrem as florestas de araucárias, e nas escarpas a Mata Pluvial Tropical Atlântica.

Vagas: 17 (mínimo), 24 (máximo)

Investimento: R$ 590, 00

Informações adicionais: com exceção do café da manhã, as demais refeições e lanches não estão incluídas no valor do investimento. Os horários de chegada estão sujeitos a alterações, conforme o andamento da viagem.

 

Confira o roteiro AQUI!

separador.png

Excursão 6. Mineralizações de ágata e ametista relacionadas ao magmatismo Serra Geral no RS

 

Líderes: Lauren Duarte (DEMIPE/UFRGS) lauren.duarte@ufrgs.br; e Pedro Luiz
Juchen labogem@ufrgs.br (DEMIPE/UFRGS) - Laboratório de Gemologia UFRGS

Inicio: 30/05/2019 em Bento Gonçalves

saída impreterivelmente as 06h00min do Hotel Dall'Onder, Não serão tolerados atrasos.

Fim: 31/05/2019  em Porto Alegre – chegada prevista as 20h00min 

Duração: 2 dias - 1 pernoite em Ametista do Sul

Temática:   No Rio Grande do Sul existem importantes depósitos de materiais gemológicos, sendo a ágata e a ametista as gemas mais conhecidas, que ocorrem preenchendo cavidades nas rochas vulcânicas da Bacia do Paraná. No norte do estado está localizada a maior jazida de ametista do planeta, onde os geodos mineralizados são extraídos em túneis horizontais com mais de 200 m de extensão, abertos na rocha não intemperizada. Já o município de Soledade, consolidou-se como um grande centro de beneficiamento, comercialização e exportação de gemas. Nessa excursão, no município de Soledade será visitada uma das maiores e mais tradicionais empresas de beneficiamento e comércio de gemas, onde será possível ver todo o processo de beneficiamento de geodos de ágata e de ametista, desde que chegam dos garimpos até a comercialização final. Em Ametista do Sul será visitado um garimpo de ametista em atividade (onde é possível acompanhar a extração dos geodos mineralizados), o Museu da Ametista (com uma coleção excepcional de minerais e de geodos gigantes e observação de uma mina desativada) e a igreja local, única no mundo revestida internamente com ametista. Inclui também uma visita a uma vinícola desenvolvida dentro de galerias de extração de ametista. Nesta vinícola podem ser observadas as estruturas relacionadas à mineralização, expostas de forma extraordinária, pois as galerias são bem iluminadas e proporcionam uma excelente visualização. Ainda, finaliza-se esta visita com a degustação dos vinhos produzidos no local. Como encerramento, o almoço será em um restaurante localizado dentro de antigas galerias de garimpos.

Vagas: 15 (mínimo), 20 (máximo)

Investimento: R$ 400, 00

Informações adicionais: o valor da inscrição inclui a hospedagem que será em quartos duplos, os ingressos ao garimpo de ametista, museu e vinícola e um almoço em Ametista do Sul.  

 

LABORATÓRIO DE GEMOLOGIA
Instituto de Geociências - UFRGS
Departamento de Mineralogia e Petrologia
Campus do Vale - Av. Bento Gonçalves, 9500 - Porto Alegre, RS
Prédio 43126 - salas 107/109
Fone:55-51-3308-6375
Fax: 55-51-3308-7302
labogem@ufrgs.br

 

Confira o roteiro AQUI!

 

tags.excursao-01.png
tags sess-01.png
tags mini-01.png
tags conf-01.png
tagsxpoo-01.png
tags socilo-01.png

INSTRUÇÃO PARA INSCRIÇÕES

 

 1) Acesse o sistema de inscrições AQUI.

 2) Clique em “Cursos e Oficinas”.

 3) Em seguida clique em “2ª Opção para Inscritos”.

 4) Selecione a excursão do seu interesse.

 5) Clique em ”Cadastrar opção".

 

Obs: Para confirmação da inscrição é necessário efetuar o pagamento.

INSTRUÇÕES PARA PAGAMENTO

 

- O pagamento de inscrição deverá ser feito por DEPÓSITO BANCÁRIO ou TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA, na  conta corrente do Evento:

     Banco do Brasil

    Agência: 1899-6

    Conta Corrente: 300.673-5

    Razão Social: Sociedade Brasileira de Geologia

    CNPJ: 62.916.366/0009-10

 

- Após a realização do depósito ou transferência, enviar a cópia digital do comprovante para o e-mail: financeiroxvisnet@gmail.com

 

IMPORTANTE:

- NÃO serão aceitos depósitos efetuador por envelope em caixa eletrônico.

- Serão considerados válidos somente os pagamentos realizados em até 7 DIAS após a realização da inscrição.

- Após os 7 dias, se não houver a realização do pagamento, a inscrição será automaticamente CANCELADA.

- Caso não seja confirmado a realização da excursão por parte dos organizadores, os pagamentos confirmados serão devolvidos integralmente.

 - Em caso de desistência por parte do participante, a Comissão Organizadora restituirá 70% do valor da inscrição da excursão inscrita. CASO A DESISTÊNCIA OCORRA APÓS 30/04/2019, NÃO HAVERÁ RESSARCIMENTO DO VALOR DA INSCRIÇÃO.

separador.png

Se você tem interesse em uma destas programações:

            Entrem em contato com os envolvidos diretamente com a sua excursão ou com a Coordenação de Excursões (Wilson Wildner, wwildner01@gmail.com), apontem suas intenções e venham compor um destes grupos, manifestem-se e nos ajudem a organizar os Simpósios: XVII Simpósio Nacional de estudos Tectônicos – SNET e o XI Simpósio Sulbrasileiro de Geologia – SSBG.