SNET SSBG v8-01.png

Sessões Temáticas XI SSBG

separador.png
O Simpósio Sul-brasileiro de Geologia (SSBG) é um evento na área de Geologia com abrangência regional cuja temática  sempre busca assuntos atualizados no cenário das Geociências dos estados do sul do país (RS, SC, PR).
As sessões temáticas do  XI SSBG  visam reunir pesquisas e pesquisadores em torno dos seguintes temas:

 

 

ST 7 – GEOLOGIA SEDIMENTAR, ESTRATIGRAFIA E PALEONTOLOGIA

Coordenação: Gerson Fauth (UNISINOS)

Claiton Marlon Santos Scherer (UFRGS)

 

A região sul do Brasil possui extensa exposição de rochas sedimentares com um rico conteúdo fossilífero. Nos últimos anos, avanços significativos têm sido alcançados a partir da inclusão e integração de novas ferramentas e metodologias, gerando uma série de debates acerca de ambientes, idades, novas relações filogenéticas e proveniência. A sessão temática ST-7 abordará estudos envolvendo sedimentologia, estratigrafia e paleontologia, desde uma escala local até uma abordagem regional. Além disso, serão abordadas as novas tecnologias que estão sendo aplicadas nessas áreas.

 

 

ST 8 – GEOLOGIA AMBIENTAL E HIDROGEOLOGIA

Coordenação: Marcos Alexandre de Freitas (CPRM)

Antônio Pedro Viero (UFRGS)

Pedro Antônio Roehe Reginato (UFRGS)

 

As atividades antrópicas realizadas sobre o meio físico como desenvolvimento urbano, crescimento industrial e expansão da agroindústria vêm causando alterações nos processos naturais sobre os solos, rochas, águas subterrâneas e superficiais, bem como sobre a fauna e flora. No Sul do Brasil ocorrem importantes aquíferos entre os quais se destacam o Aquífero Guarani, Aquífero Serra Geral e o Aquífero Costeiro. Sua hidrogeologia deve ser compreendida e os mesmos preservados da contaminação.  Esta sessão busca o entendimento dos processos envolvidos com a alteração do meio físico e suas consequências, da gestão da quantidade e qualidade dos recursos hídricos subterrâneos, bem como dos processos de contaminação/investigação e remediação de áreas contaminadas. Convidamos todos os pesquisadores, profissionais e estudantes a apresentarem trabalhos relacionados a estes dois temas no XI Simpósio Sul-Brasileiro de Geologia e esperamos que esta sessão temática agregue contribuições e traga benefícios à sociedade.

 

 

ST 9 – MINERALOGIA, PETROLOGIA E GEOQUÍMICA

Coordenação: Breno Leitão Waichel (UFSC)

Vinicius Matté (UNIPAMPA)

Evandro Fernandes de Lima (UFRGS)

 

Esperamos a contribuição dos colegas com trabalhos sobre Mineralogia, Petrologia e Geoquímica de rochas ígneas, metamórficas e sedimentares. São temas bastante amplos, e esperamos contribuições tanto de alunos de graduação (trabalho de conclusão de curso), pós-graduandos e pesquisadores.

 

 

ST 10 – GEOLOGIA MARINHA E COSTEIRA

Coordenação: Iran Carlos Stalliviere Corrêa (UFRGS)

João Luiz Nicolodi (FURG)

 

O tema central do XI Simpósio Sul-Brasileiro de Geologia nos remete para a relevância da compreensão dos processos geológicos, em suas diferentes escalas espaciais e temporais, para o momento atual e futuro de nosso planeta. Neste contexto, é de fundamental importância o conhecimento sobre a evolução recente da Terra, e particularmente dos processos atuantes nas regiões costeiras da superfície terrestre, onde estão os ambientes ocupados pela humanidade e das margens continentais onde podemos suprir as necessidades no desenvolvimento e sustentação das populações. Nesta sessão temática busca-se congregar a extensa gama de estudiosos dos processos e produtos geológicos ocorridos nos últimos milhões de anos e da evolução das diversas paisagens que caracterizam a margem continental sul-brasileira. Serão bem-vindos trabalhos que envolvam modernas técnicas de investigação sob a ótica paleoambiental, paleoclimática, paleoceanográfica, neotectônica, bem como os que sintetizem o estado-da-arte dos conhecimentos sobre o Quaternário (Costeiro e Marinho) do Sul do Brasil.

 

 

ST 11 – GEOTECNOLOGIAS E GEOFÍSICA

Coordenação:  Jairo Francisco Savian (UFRGS)

Sílvia Beatriz Alves Rolim (UFRGS)

 

A Sessão Temática Geotecnologias e Geofísica convida a comunidade de Geociências a trazer contribuições sobre o uso de geotecnologias (sensoriamento remoto proximal a orbital, geoprocessamento, cartografia, SIG, drones, técnicas geofísicas, etc) aplicadas ao mapeamento geológico e exploração mineral, de óleo e gás. O aumento exponencial da dimensão das bases de dados e a complexidade no tratamento com ferramentas convencionais criaram novos paradigmas para a exploração geocientífica a partir de modelos híbridos construídos com tecnologias cognitivas.  Será também uma oportunidade para discutir este cenário atual de coleta, processamento, análise e disponibilização de bancos de dados de grande volume (Big Data) para suporte à decisão.

 

 

ST 12 – RECURSOS MINERAIS E ENERGÉTICOS

Coordenação:  Artur Cezar Bastos Neto (UFRGS)

José Carlos Frantz (UFRGS)

 

A sessão temática Recursos Minerais e Energéticos do XI Simpósio Sul-brasileiro de Geologia abrange, num primeiro momento, Metalogenia e Prospecção Mineral de Metais, Não-metais e Combustíveis Nucleares, Economia e Legislação Mineral, Rochas Ornamentais, Gemologia, Minerais Industriais, Agrominerais e Tecnologia Mineral. Em função dos trabalhos inscritos, a sessão poderá ser desmembrada. As contribuições em metalogenia/prospecção podem incluir o estudo detalhado de minerais de minérios, as identificações de fontes de metais e fluidos mineralizantes, os controles estruturais, modelagens e caracterização de assinaturas geoquímicas e geofísicas. Neste momento em que as demandas socioeconômicas e tecnológicas do país alcançam patamares nunca antes atingidos, contribuições sobre metais de alta tecnologia e agrominerais são particularmente estimuladas.

 

 

ST 13 – GEODIVERSIDADE, GEOCONSERVAÇÃO E PATRIMÔNIO

GEOLÓGICO

Coordenação:  André Borba (UFSM)

Roberto Iannuzzi (UFRGS)

 

A geodiversidade, variedade natural de elementos geológicos (minerais, rochas, fósseis, estruturas) e geomorfológicos (geoformas, processos ativos), é dotada de valores estéticos, funcionais, ecológicos, culturais, e científico-educativos. Ocorrências destacadas da geodiversidade podem ser consideradas patrimônio geológico, uma herança outorgada pela evolução do planeta à sociedade. O estudo e a avaliação da geodiversidade e do patrimônio geológico permitem uma ampla gama de abordagens, escalas, técnicas e metodologias. A geoconservação, por sua vez, reúne as ferramentas e estratégias destinadas a gerir, proteger, valorizar, divulgar e utilizar de forma sustentável o patrimônio geológico. Esses temas aproximam os geocientistas da conservação ambiental, do ordenamento territorial, do desenvolvimento sustentável e do cotidiano da sociedade. Além disso, tais assuntos instigam diálogo e cooperação com outras áreas do conhecimento. Neste XI SSBG, a Sessão Temática “GEODIVERSIDADE, GEOCONSERVAÇÃO E PATRIMÔNIO GEOLÓGICO” aguarda sua contribuição para as discussões em torno desses temas, de alta relevância científica, social e ambiental.

 

 

ST 14 – GEOLOGIA DE ENGENHARIA

Coordenação:  Clovis Gonzatti (UFRGS)

Cezar Augusto Burkert Bastos (FURG)

 

A Geologia de Engenharia é definida como a aplicação de conhecimentos das Geociências em estudos, projetos e obras de Engenharia. Esta temática tem contribuído desde então com o estabelecimento de planos diretores, estudos de inventários, viabilidades técnicas e econômicas, projetos executivos, fiscalização técnica de construções até o acompanhamento ou monitoramento de impactos ambientais. Além de sua raiz na Geologia, a Geologia de Engenharia tem fortes ligações com a Mecânica dos Solos e Mecânica das Rochas, formando no conjunto a área do conhecimento conhecida como Geotecnia. Nesta sessão faz-se um chamado a trabalhos nas diferentes áreas:

  • rochas como materiais de construção;
  • métodos de investigação geológico-geotécnica;
  • mapeamento geológico-geotécnico;
  • geologia estrutural aplicada a obras de Engenharia;
  • águas em subsuperfície e contaminação do subsolo;
  • cursos d´água e construções associadas;
  • erosões, assoreamentos e movimentos de massa;
  • obras viárias;
  • obras de fundações e tratamento de solos;
  • barragens;
  • túneis, obras subterrâneas e seus condicionantes geológicos.

 

 

ST 15 – GEOCRONOLOGIA E GEOQUÍMICA ISOTÓPICA

Coordenação:  Rommulo Vieira Conceição (UFRGS)

Ana Maria Pimentel Mizusaki (UFRGS)

 

A Sessão Temática Geocronologia e Geoquímica Isotópica tem por objetivo divulgar dentro do XI Simpósio Sul-Brasileiro de Geologia, o estado da arte atual e a produção científica na área de geocronologia (eventos ígneos, metamórficos e sedimentares) e da geoquímica isotópica, onde os isótopos radiogênicos e estáveis aplicados à evolução crustal, à gênese de depósitos minerais e aos estudos paleoclimáticos e ambientais têm papel fundamental. A Sessão também pretende ser um espaço para a divulgação de novas técnicas laboratoriais e para a integração dos pesquisadores nestas linhas de pesquisa. A produção científica dos estados do sul do Brasil  em geocronologia e geoquímica isotópica é reconhecida, mas ainda há possibilidade para aumento do interesse por esta temática.